Como o Nobreak pode reduzir prejuízos com inatividade da sua empresa?

No momento em que você coloca uma empresa em funcionamento, precisa ter em mente que qualquer abalo na rede irá influenciar em seu desempenho. Logo, uma queda pode trazer prejuízos que vão além do financeiro.

Sendo assim, é importante que se invista em formas de manter a estabilidade e o funcionamento de empresas que estão conectadas, a fim de que elas consigam operar com eficiência.

Um dos métodos mais eficazes no intuito de manter a operação em funcionamento, é usando os Nobreaks.

Esse aparelho, já tão conhecido, pode determinar a manutenção e ação dos projetos empresariais, de modo que não sejam comprometidos por quedas e falhas na rede.

Quer saber mais como o Nobreak pode te ajudar a reduzir os prejuízos e tornar a sua empresa mais rentável? Então, acompanhe a leitura do artigo!

O que é Nobreak?

Considerando que uma das maiores causas da perda de produtividade das empresas vem das falhas na rede elétrica, é de se esperar que exista algum mecanismo que impeça as quedas e, consequentemente, os prejuízos causados por isso. E, realmente, eles existem. São os Nobreaks.

De um modo bastante simples, podemos entender que o Nobreak é um dispositivo que funciona através de baterias e, no caso de uma queda de energia, ele é capaz de alimentar e dar suporte a máquinas, até que a rede elétrica seja, novamente, estabilizada.

Dessa forma, a utilização de um Nobreak permite que o processo das empresas não seja interrompido ou, em casos mais graves, totalmente perdido. Assim, o uso desses equipamentos garante que não haja perdas e, consequentemente, prejuízo final.

A utilização dos Nobreaks nas empresas

Podemos afirmar que a utilização desses equipamentos, em uma empresa, se trata de uma prevenção de danos. Afinal, a função primordial do Nobreak é manter a subsistência do processo, até a estabilização da alimentação de rede.

No entanto, conforme explicamos sobre o aparelho, ele é utilizado por baterias. Sendo assim, é fundamental que, para que os Nobreaks consigam atuar conforme o seu esperado, eles precisam ser constantemente monitorados, a fim de perpetuar a sua utilização eficiente.

Como os Nobreaks podem diminuir os prejuízos?

Conforme dito, eles servem, fundamentalmente, para evitar a interrupção forçada de máquinas e produção. Sendo assim, esse é principal modo de se evitar prejuízos.

Porém, para que isso se efetive e os Nobreaks ajudem na manutenção dos ganhos da empresa, é importante que se siga algumas recomendações. São essas dicas fundamentais que ajudarão a não ter perdas e prejuízos.

Veja quais são:

  1. Fazer a manutenção preventiva desses aparelhos, para que, em necessidade de uso, eles estejam aptos ao funcionamento;
  2. Verificar, sempre, o estado das baterias do Nobreak;
  3. Utilizar softwares de funcionamento dos Nobreaks, podendo controla-los à distância. Assim, caso haja alguma pane na rede elétrica, você pode acioná-los mesmo não estando na empresa.

Como os Nobreaks protegem a produção das empresas?

Explicado o que são e fundamentada a sua principal função, que é a de evitar a interrupção da produção, podemos entender que os Nobreaks são importantes peças para o perfeito funcionamento de uma empresa. Sendo assim, podemos reforçar que o seu caráter protetivo se dá através das seguintes formas:

  • Proteção contra subtensão, fazendo a regulação da tensão e, caso necessário, operando no modo bateria;
  • Proteção contra sobrecarga, eles lançam sinais sonoros, indicando que há sobrecarga, dando a chance de interromper o funcionamento de um dos equipamentos ligados;
  • Proteção contra curto circuito, através de componentes de proteção;
  • Proteção contra sobreaquecimento, acionando o modo bateria;
  • Proteção contra sobretensão;
  • Proteção contra sobrecarga da bateria, mantendo as baterias em uma carga mínima e evitando a descarga total, através de um protetor de nível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *